Relatório Anual da OTW de 2015

RELATÓRIO ANUAL 2015

Índice

CARTA DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

PROJETOS  

  • AO3
  • Fanlore
  • Legal Advocacy (Ativismo Jurídico)
  • Portas Abertas
  • TWC
  • Levantamento de Fundos e Expansão
  • Comunicação e Relações Públicas
  • Pessoas e Planejamento

CRONOLOGIA 2015                     

CONTINUAR A SERVIR FÃS: os pilares para 2016                     

FINANÇAS              

  • Balanço
  • Lucros e Perdas
  • Notas para Declarações Financeiras

A OTW / MISSÃO, VISÃO E VALORES      

  • Nossa Missão
  • Nossa Visão
  • Nossos Valores

SOBRE A OTW / QUEM SOMOS   

  • Conselho de Administração
  • Membros Eméritos do Conselho de Administração
  • Comitês
  • Grupos de Trabalho

 

CARTA DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

A todo mundo que nos apoia, bem como quem contribui com seu tempo e suas doações:

2015 foi um ano de muitos desafios e vitórias para a OTW (Organização para Obras Transformativas). Celebramos marcos importantes, e continuamos nossa missão de proteger os interesses de fãs e preservar e tornar mais acessível obras e culturas de fãs.

Nossa equipe Jurídica participou de diversas petições, pareceres e memoriais amicus curiae ao redor do mundo, defendendo a doutrina do fair use (uso razoável) em questões de copyright, regras viáveis para a internet e liberdade de expressão, além de ajudar fãs a entenderem melhor seus direitos e respondendo perguntas relacionadas a copyright e outros tópicos.

A Transformative Works and Cultures – TWC (Obras e Culturas Transformativas) publicou três edições em 2015, comemorando em setembro a publicação da 20ª edição, com tópicos abrangendo desde quadrinhos japoneses criados por fãs até Lady Gaga.

O Archive of Our Own – AO3 (Nosso Próprio Arquivo) ultrapassou 2 milhões de obras e 750 mil contas registradas. As visualizações de páginas aumentaram de 84,6 milhões na primeira semana de 2015 para 119 milhões na primeira semana de 2016, demonstrando o impressionante crescimento da nossa audiência.

O Open Doors (Portas Abertas) importou cinco arquivos ameaçados e melhorou e automatizou o processo de importação.

A Fanlore ultrapassou 600 mil contribuições e 35 mil artigos, e continua crescendo em um ritmo constante, com uma comunidade dedicada de edição.

Todas estas conquistas demonstram o que a nossa equipe voluntária consegue fazer com o seu apoio e generosidade. Mais uma vez, arrecadamos um valor recorde em doações, e esperamos colocá-lo em uso ao longo do próximo ano, servindo a fãs e ao fandom.

Nós passamos por alguns desafios internos em 2015, o que levou a mudanças quanto aos membros do nosso Conselho Administrativo no final do ano. Enfrentar esses desafios e planejar para o futuro nos tornou uma organização mais forte e unida, que está mais preparada para lidar com os problemas futuros.

O Conselho de 2016 está aberto para estas mudanças, bem como confiante e esperançoso para este ano e as conquistas que estão por vir.

Nossos sinceros agradecimentos e melhores votos,
O Conselho de Administração de 2016
Matty Bowers
Aline Carrão
Atiya Hakeem
Katarina Harju
Alex Tischer

PROJETOS

Agora em seu oitavo ano, a OTW está passando por mudanças relacionadas a suporte à comunidade e publicidade boca a boca, além de um notável aumento de contribuições de fãs para seus projetos.

AO3

O AO3 continuou a crescer significativamente em 2015. O site atingiu 2 milhões de obras de fãs em 20 de dezembro, dobrando seu tamanho em pouco menos de dois anos. (O marco de um milhão foi atingido em fevereiro de 2014.) Visitantes (por endereço IP) aumentaram de 7,7 milhões em janeiro de 2015 para 8,7 milhões em dezembro, e a média de visualizações de páginas por semana aumentou de 79,75 milhões em janeiro para 106,4 milhões em dezembro. O AO3 ganhou cerca de 260 mil contas registradas até outubro de 2015 e continua a crescer.

No começo do ano, o comitê de Abuso, com auxílio do comitê de Acessibilidade, Design e Tecnologia (AD&T), suspendeu os convites da lista automática para evitar que spammers criassem contas novas. O AO3 estava passando por problemas de estabilidade causados por bots de spam publicando propagandas como obras e comentários ou fazendo o download de muitas obras. Esse problema foi resolvido com auxílio dos comitês de Abuso, Suporte e Sistemas. A lista de convites foi reativada após uma modificação em fevereiro para impedir a repetição dessa situação. A performance do site em geral foi consistente depois disso. Tempo fora do ar agendado ocorreu em março enquanto o comitê de Sistemas completava uma mudança de servidor para os servidores do AO3 e da Fanlore. Sistemas encomendou novos servidores em junho.

O comitê de Acessibilidade, Design e Tecnologia lançou 45 versões, incluindo correções de erros, melhorias de funcionamento e manutenção em 2015, o lançamento de uma nova página principal com a opção de favoritar tags em fevereiro, o upgrade da linguagem de programação do AO3 de Ruby 1.9.3 para Ruby 2.0 em junho e a introdução de moderação de comentários em novembro. Versões adicionais incluíram correções de bugs e outros upgrades de performance invisíveis, novas ferramentas para os comitês de Abuso e Tradução, mudanças nos filtros de obras, um upgrade do editor de Rich Text e a habilidade de recusar obras presenteadas.

Em abril, o comitê de Acessibilidade, Design e Tecnologia trabalhou com os comitês Jurídico, Comunicação e Tradução para responder a uma situação em que o site ebooks-tree.com publicava links para downloads de obras do AO3 como parte de sua própria biblioteca. Sistemas bloqueou o acesso do site aos servidores do AO3. Mais tarde, em julho, os comitês de Comunicação e Jurídico trabalharam com o comitê de Acessibilidade, Design e Tecnologia para esclarecer que um aplicativo de terceiros na Google Play para o AO3 não era afiliado à OTW.

O comitê de Abuso lidou com mais de 4.500 tickets durante o ano, relacionados a violações em potencial dos Termos de Serviço; o comitê de Suporte lidou com 8.328 tickets cobrindo uma vasta gama de erros, sugestões e comunicações com outros comitês.

O comitê de Organização de Tags realizou grandes mudanças estruturais para encorajar o envolvimento da equipe, reduzir o burnout causado pelo aumento drástico do uso de tags nos últimos dois anos e lidar com sua carga crescente de trabalho. Elas incluíram mudanças sociais para ajudar um número maior de novos membros da equipe a terminar seu treinamento e mais membros experientes permanecerem com o comitê por mais tempo. Como resultado das mudanças estruturais, várias regras de organização foram atualizadas em 2015 e centenas de fandoms que estavam para trás na organização por não terem sido designados para ninguém foram atualizados.

FANLORE

Fanlore passou por um período agendado de suspensão em março para realocação dos servidores do site pelo Sistemas. O site funcionou bem pelo resto do ano. Também em março, o comitê Wiki foi procurado pela Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos buscando permissão para preservar a Fanlore como parte do seu projeto do American Folklife Center de arquivar a cultura digital.

Representantes do comitê de Comunicação nos comitês de Acessibilidade, Design e Tecnologia e Wiki criaram e distribuíram tweets e postagens para o April Showers, um evento anual da OTW para encorajar a publicação de obras esquecidas e estimular a edição de postagens incompletas na wiki. Wiki e Comunicação também trabalharam juntos para o June Bloom, um evento encorajando a adição de novas entradas na Fanlore, e Stub September, que promove a expansão de stubs da Fanlore para artigos completos.

LEGAL ADVOCACY (ATIVISMO JURÍDICO)

O comitê Jurídico agiu proativamente para proteger os direitos de quem cria e consome obras de fãs.

Desde 2009, o Jurídico trabalha com a Electronic Frontier Foundation (EFF) para proteger e expandir as dispensas nas medidas anti-circunvenção do Digital Millennium Copyright Act (DMCA) nos Estados Unidos da América. Em fevereiro de 2015, o Jurídico e a EFF apresentaram pareceres em resposta ao Escritório de Copyright, refutando as alegações de que pessoas que criam fan vídeos não deveriam poder utilizar material de alta qualidade como fonte. O Jurídico apresentou novos pareceres em maio e argumentou nas audiências em favor da renovação e expansão da dispensa feita para criação de vídeos de fãs dentro das medidas anti-circunvenção do DMCA. O Escritório de Copyright fez perguntas adicionais a respeito do posicionamento da OTW, às quais foram respondidas com ajuda do comitê de Fan Video e Multimídia. Finalmente, em outubro, o Escritório de Copyright anunciou a renovação e expansão da dispensa para quem cria fan vídeos, conforme argumentamos.

O Jurídico apresentou diversos memoriais amicus curiae em defesa do uso razoável e da liberdade de expressão. No caso de Lenz v. Universal, o comitê Jurídico da OTW, em parceria com a EFF, pediu para o Tribunal de Recursos da 9ª Circunscrição para fortalecer seu posicionamento de que o “uso razoável não é apenas perdoado pela lei, mas plenamente permitido por lei” e que detentores de copyright devem considerar o uso razoável antes de emitir uma notificação de retirada baseada no DMCA. A OTW e a EFF argumentaram que a corte estabeleceu o padrão muito baixo ao requerer que detentores de copyright tenham apenas “uma boa fé subjetiva” de que a obra em questão está infringindo os seus direitos e não constitui uso razoável antes de enviar uma notificação de retirada. No caso Davis v. Electronic Arts, o Jurídico da OTW uniu-se à EFF e ao Comic Book Legal Defense Fund para pedir primeiramente ao Tribunal de Recursos da 9ª Circunscrição, e depois, à Suprema Corte dos Estados Unidos, para resolver a discordância entre as cortes norte- americanas a respeito das proteções fornecidas ao livre discurso pela Primeira Emenda com relação ao uso de nomes, semelhança ou identidade de outra pessoa sem violar seus direitos de publicidade.

O Jurídico firmou uma parceria com a Public Knowledge em outubro para apresentar pareceres junto ao Coordenador de Execução de Propriedade Intelectual do Escritório de Administração e Orçamento em resposta ao pedido da agência de comentários no seu plano de executar a lei de direito de propriedade intelectual. Em março, o Jurídico juntou-se a diversas organizações e pessoas dos meios acadêmico e jurídico para enviar uma carta ao Congresso norte-americano a respeito da importância de “um sistema de copyright balanceado, que beneficie criadorxs, usuárixs e inovadorxs” e encoraje a livre expressão.

Ao longo do ano, o Jurídico submeteu pareceres ao governo da África do Sul em resposta ao pedido governamental de pareceres a respeito de uma possível reforma nas leis de copyright, incentivando a África do Sul a adotar o padrão de uso razoável; e à Comissão Europeia em resposta ao pedido de pareceres a respeito de plataformas online, intermediários online e computação em nuvem, enfatizando os perigos de regulamentar sob o pressuposto de que todo intermediário online seja uma grande entidade comercial.

Um membro do Jurídico compareceu a uma reunião pública do Departamento de Comércio dos Estados Unidos a respeito da facilitação do desenvolvimento de um ambiente online de licenciamento para obras com copyright. O Jurídico também continuou sua participação no Grupo de Trabalho Multilateral do Departamento de Patentes e Marcas Comerciais dos Estados Unidos (USPTO, em inglês) e a Administração Nacional de Telecomunicações e Informações (NTIA, em inglês) a respeito da operação do sistema de notificação de retirada sob o DMCA, que coletivamente gerou uma “Lista de Práticas Boas, Más e Situacionais” que o USPTO e a NTIA publicaram em abril.

O Jurídico trabalhou com o Comunicação para publicar vários posts informativos, educando fãs a respeito do tratado de Parceria Transpacífico e sobre o uso razoável na Semana do Fair Use, falando a respeito de retiradas no Tumblr, discutindo a prática do ebooks-tree.com de manter links para download de obras do AO3 e esclarecendo que um aplicativo para o AO3 elaborado por terceiros e disponibilizado na Google Play Store não era filiado à OTW. Posteriormente, o comitê trabalhou com a pessoa que criou o aplicativo para o Google Play para alterar o logo do widget e para deixar claro que ele não é oficial e não tem relação com a OTW. Membros do comitê também participaram de um painel da San Diego Comic-Con em julho, com o título “Fandom é meu Fandom.”

O comitê Jurídico levou a OTW a diversas parcerias este ano. Graças aos seus esforços, agora temos afiliação com o projeto “Obras de Fãs são Uso Razoável”, da Harry Potter Alliance, a Re:Create Coalition e o Projeto “Save the Link”. Como resultado, podemos promover a “Internet Voice Tool” da Save the Link Coalition para recolher feedback à Comissão Europeia a respeito da proposta de legislação de copyright europeia. A parceria do Jurídico com a Re:Create Coalition levou à proposta conjunta de dois painéis na conferência South by Southwest de 2016.

Por fim, o Jurídico trabalhou com o grupo de fãs Whedonopolis para garantir que seu uso do termo “fandom” em uma marca registrada não impeça outras partes de usar o termo para identificar outros projetos, bens ou serviços.

O AO3 tem uma política de notificação e retirada sob o código 17 do Código Norte-Americano sessão 512, publicado em https://archiveofourown.org/dmca. Em 2015, o AO3 não recebeu nenhum pedido de retirada que atendesse aos critérios delineados em sua política a respeito das obras hospedadas nos seus servidores

No ano de 2015, nenhum dos serviços da OTW recebeu pedidos de informação sob a seção 215 do Ato Patriota dos EUA.

PORTAS ABERTAS

Em 2015, o comitê Portas Abertas adotou uma nova ferramenta de importação criada pelo comitê de Acessibilidade, Design e Tecnologia que reduziu significativamente o tempo de importação para grandes arquivos. Ela foi usada em duas importações neste ano: o Henneth Annûn Story Archive (HASA), um arquivo de Tolkien com 5.340 obras importadas; e Wolf and Hound, um arquivo para o ship Remus Lupin/Sirius Black com 800 obras importadas.

O Portas Abertas anunciou e iniciou a importação de mais seis arquivos para o AO3 em 2015: Monaboyd.net, um arquivo de RPF de Senhor dos Anéis; Table for Three, um arquivo para o ship Hermione Granger/Harry Potter/Ron Weasley; Hermit Library, um arquivo de Blake’s 7; Seamus/Dean Forever, um arquivo para o ship Seamus Finnigan/Dean Thomas; WesleyFanfiction.net, um arquivo centrado em Wesley Wyndam-Pryce; e Innocent Lies, um arquivo de Alexis Denisof. Destes, Table for Three, Hermit Library, e Seamus/Dean Forever finalizaram a importação em 2015, e somando a importação anunciada anteriormente para Chains: The Powerfic Archive, totalizaram aproximadamente 6.700 obras importadas em 2015

Através da parceria do Fan Culture Preservation Project (Projeto de Preservação da Cultura de Fãs) com a Universidade de Iowa, o Portas Abertas facilitou cinco doações de fãs, resultando em aproximadamente doze caixas de zines e uma doação de propriedade.

O Portas Abertas também revisou seus termos de Serviço em março de 2015.

TWC

Como nos últimos anos, o comitê de Publicação promoveu e forneceu acesso a estudos acadêmicos sobre obras de fãs e práticas com uma edição sem tema e duas edições especiais da Transformative Works and Cultures – TWC (Obras e Culturas Transformativas) em 2015. A edição nº 18, “Performance e Performatividade no Fandom”, teve como editora convidada Lucy Bennett (Universidade de Cardiff). A edição de nº19, “Transnacionalização, Localização e Tradução no Fandom Europeu”, teve como editora convidada Anne Kustritz (Universidade de Amsterdã).

A vigésima edição do jornal, sem tema, foi publicada pelo Comitê de Comunicação e celebrada com um bate-papo público. A edição incluiu artigos sobre bronies (Anne Gilbert), fãs dos atiradores de Columbine Eric Harris e Dylan Klebold (Andrew Ryan Rico) e a utilização de estudos culturais afroamericanos em estudos de fãs (Rebecca Wanzo). Tópicos de ensaio de simpósio incluíram modas criativas de inverno criadas em uma vila Nunavik em Quebec (Jasmin Aurora Stoffer).

Em maio, o comitê de Publicação recebeu aprovação do Conselho Administrativo para criar uma imprensa para obras de tamanho de livro em Open Access Gold. O projeto de imprensa preencherá um importante nicho ao fornecer uma plataforma Open Access para publicação de obras relevantes em estudos transformativos e de fãs para quem recebe subsídios, os quais necessitam publicar em tal maneira para recebê-lo, um requerimento cada vez mais comum em humanas digitais que permanece mal-atendido. Assim como o Jornal, a Imprensa irá reunir software open source com rigorosa revisão paritária e publicação hábil, permitindo a incorporação de imagens coloridas, áudio e vídeo.

LEVANTAMENTO DE FUNDOS E EXPANSÃO

O comitê de Desenvolvimento e Membros realizou campanhas de angariação de fundos bem sucedidas em 2015, com uma arrecadação superior a US$ 100.000,00 tanto na campanha de Abril quanto na de Outubro. A campanha de Outubro arrecadou mais de US$ 170.000,00.

O comitê de Desenvolvimento e Membros trabalhou com os de Tradução e Comunicação em ambas as campanhas anuais para promover o conteúdo e aumentar a conscientização. O comitê rascunhou publicações temáticas para cada dia das campanhas e respondeu a perguntas de pessoas que doaram e partes interessadas.

Em Abril, o comitê de Desenvolvimento e Membros completou a migração de seu software CiviCRM para CiviDesk, e abriu uma conta como alternativa ao PayPal em Setembro.

COMUNICAÇÃO E RELAÇÕES PÚBLICAS

O comitê de Comunicação fez 217 publicações no período de 2015, esboçando 144 e auxiliando em outras 73.

Todas as contas ativas do comitê nas redes sociais ganharam audiência ao longo do ano, sendo que o número de contas nos seguindo no Twitter e Tumblr subiu em mais de mil cada. A conta da OTW no Google+ foi aposentada em agosto devido às mudanças na plataforma que limitaram ainda mais a sua audiência já irrisória. O comitê esforçou-se para melhor atingir e responder à audiência internacional através das mídias sociais e completou o processo de criação de uma conta no Sina Weibo antes do final do ano.

Em 15 de fevereiro, o comitê celebrou pela primeira vez o Dia Internacional de Obras de Fãs (IFD, na sigla em inglês). O evento foi anunciado pelo comitê de Comunicação em fevereiro de 2014, em resposta a um mês de conquistas do AO3, da Fanlore e da TWC. O Tradução traduziu diversos posts, comentários e correspondências para a celebração. Eventos do IFD incluíram #IFDrabble, um desafio de obras de fãs curtas baseadas nas expressões de interesse de fãs manifestadas pelas personagens de seus fandoms preferidos; um festival de feedback, incentivando a comunidade do AO3 a deixar comentários com links para obras de fãs nas quais haviam comentado; e um painel em chat com autorxs fãs e profissionais, moderado pela antiga representante do Conselho da OTW, Francesca Coppa.

O comitê de Tradução dividiu sua equipe de português em português brasileiro e português europeu em 2015 e acrescentou equipes para japonês, croata, marata, esloveno, grego e norueguês. O comitê traduziu publicações do Comunicação, além de posts para o Portas Abertas, Jurídico, Acessibilidade, Design e Tecnologia, e outros, disponibilizando conteúdo em 17 línguas para as campanhas de abril e outubro.

PESSOAS E PLANEJAMENTO

O Comitê de Voluntariado e Recrutamento recrutou pessoas para 32 funções ao longo do ano, processando 640 aplicações e 458 investiduras. Começou também o procedimento de desativação do comitê Fanhackers em dezembro.

Em novembro, o Conselho Administrativo aprovou o plano estratégico 2016 — 2019, elaborado pelo comitê de Planejamento Estratégico e que define os objetivos da OTW. O atual Conselho e o comitê estão agora no processo de revisão e adaptação do plano para garantir que atenderá às principais prioridades da OTW.

O comitê de Eleições trabalhou para entrar em contato direto com pessoas que poderiam votar na eleição, lançando uma conta oficial no Twitter e implementando chats públicos. Em setembro foram anunciadas oito candidaturas para preencher as duas vagas decididas na eleição de 2015. O Eleições publicou biografias dos membros que se candidataram, manifestos e respostas para perguntas do público; realizou chats públicos com esses membros para ajudar as pessoas a tomar decisões bem informadas. Em novembro, Matty Bowers e Atiya Hakeem venceram a disputa para as vagas do Conselho e agendaram a investidura do cargo para dezembro.

Os membros do Conselho de 2015, Eylul Dogruel, Soledad Griffin, Andrea Horbinski, M.J. MacRae, Cat Meier e Jessica Steiner renunciaram a seus cargos em dezembro. Os membros candidatos à eleição Aline Carrão, Katarina Harju e Alex Tischer foram indicados para o Conselho antes do final do ano.

CRONOLOGIA 2015

Janeiro

  • Diretrizes e Abuso recebeu 360 solicitações.
  • Acessibilidade, Design e Tecnologia lançou duas versões em duas etapas de implementação (0.9.40 – 0.9.41).
  • Acessibilidade, Design e Tecnologia trabalhou com Diretrizes e Abuso, Suporte e Sistemas para encontrar uma solução para os comentários e downloads de spam bots.
  • Portas Abertas anunciou a importação do Henneth Annun Story Archive (HASA),um arquivo de Tolkien, para o AO3.
  • Suporte recebeu 784 solicitações.
  • Organização de Tags lançou medalhas de mérito virtuais para reconhecer as conquistas de membros da equipe.
  • Tradução criou uma nova equipe para dinamarquês.
  • Wiki finalizou com sucesso uma mudança de servidor.

Fevereiro

  • Diretrizes e Abuso recebeu mais de 350 solicitações.
  • Acessibilidade, Design e Tecnologia lançou quatro versões em quatro etapas de implementação (0.9.46 – 0.9.49), lidando com os recentes problemas com spam.
  • AO3 lançou uma nova página inicial e ferramenta de Tags Favoritas. Além disso, a lista de espera para convites foi reabilitada.
  • AO3 atingiu a marca de 17,5 milhões de kudos.
  • Comunicação trabalhou com Tradução para realizar a primeira comemoração anual do Dia Internacional de Obras de Fãs. Como parte da comemoração, foram realizados o Festival de Feedback, o desafio de obras de fãs #IFDrabble, um chat público e publicações de visitantes.
  • Jurídico submeteu pareceres ao Escritório de Copyright em apoio à petição pela dispensa ao Digital Millennium Copyright Act.
  • Jurídico trabalhou com a Electronic Frontier Foundation para submeter um memorial de <i>amicus curiae</i> requisitando uma nova audiência no caso Davis v. Electronic Arts.
  • Jurídico trabalhou com Comunicação para publicar dois posts informativos na Semana do Uso Razoável.
  • Portas Abertas anunciou a importação do Monaboyd.net, um arquivo de RPF de Senhor dos Anéis, e do Table for Three, um arquivo de Harry Potter, para o AO3.
  • Suporte recebeu 736 solicitações.
  • Tradução dividiu a equipe de português em equipes separadas para português brasileiro e português europeu.

Março

  • Diretrizes e Abuso recebeu mais de 450 solicitações.
  • Acessibilidade, Design e Tecnologia lançou duas versões em três etapas de implementação (0.9.51 – 0.9.53), incluindo ajustes contra bugs e mudanças no plano de fundo em preparação para atualizações futuras.
  • Publicação Acadêmica lançou a edição número 18, “Performance and Performativity in Fandom,” editada por Lucy Bennett (Cardiff University) e Paul J. Booth (DePaul University).
  • Jurídico colaborou com Comunicação para publicar um post informativo a respeito das retiradas de conteúdo no Tumblr.
  • A OTW adquiriu o domínio fandom.org.
  • Portas Abertas atualizou os Termos de Serviço.
  • Suporte recebeu 696 solicitações.
  • Sistemas finalizou a realocação de servidores da Fanlore e do AO3.
  • Tradução criou uma nova equipe para kiswahili.

Abril

  • Diretrizes e Abuso recebeu mais de 350 solicitações.
  • Acessibilidade, Design e Tecnologia lançou três versões em três etapas de implementação (versões 0.9.55 – 0.9.57), todas referentes a bugs.
  • Acessibilidade, Design e Tecnologia trabalhou com Jurídico, Comunicação e Tradução para responder à situação do site ebooks-tree.com, que usava links de downloads do AO3 como se fossem parte de sua própria biblioteca. O acesso do site aos servidores do AO3 foi bloqueado.
  • Documentação para o AO3 publicou duas FAQs.
  • O contato do Comunicação junto ao Acessibilidade, Design e Tecnologia e Wiki criou e distribuiu tweets e posts a respeito do April Showers.
  • Comunicação implementou uma nova política formalizada contra spam nas suas páginas de notícias.
  • Desenvolvimento e Membros finalizou a migração do software CiviCRM para o CiviDesk.
  • Eleições realizou o primeiro chat aberto.
  • Eleições criou uma conta no Twitter.
  • Representante do Jurídico compareceu a uma reunião pública do Ministério do Comércio dos Estados Unidos para facilitar o desenvolvimento de um ambiente online para licenciamento de obras com copyright.
  • Portas Abertas implementou uma nova ferramenta de importação.
  • Suporte recebeu 741 solicitações.

Maio

  • Diretrizes e Abuso recebeu mais de 320 solicitações.
  • Acessibilidade, Design e Tecnologia lançou cinco versões em cinco etapas de implementação (0.9.58 – 0.9.62) referentes a bugs, filtros de obras e uma base para tradução dos templates do arquivo.
  • Documentação para o AO3 publicou duas FAQs.
  • Desenvolvimento e Membros arrecadou mais de 104 mil dólares ao longo da campanha de maio.
  • Publicação Acadêmica recebeu autorização do Conselho para criar uma plataforma dedicada a publicações longas em Open Access Gold.
  • Jurídico apresentou propostas ao Escritório de Copyright e argumentou nas audiências a favor de dispensas ao Digital Millennium Copyright Act para quem cria fanvideos.
  • Wiki recebeu um pedido da Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos para permitir a preservação da Fanlore como parte do atual projeto de cultura digital do American Folklife Center.
  • Suporte recebeu 766 solicitações.

Junho

  • Diretrizes e Abuso recebeu 420 solicitações.
  • Acessibilidade, Design e Tecnologia lançou uma versão em uma etapa de implementação (0.9.63) referente a bugs.
  • Acessibilidade, Design e Tecnologia atualizou a linguagem de programação do AO3 do Ruby 1.9.3 para Ruby 2.0.
  • Documentação para o AO3 deixou de ser considerado um grupo de trabalho e passou a ser reconhecido como um comitê.
  • Comunicação publicou o Relatório Anual da OTW relativo a 2014.
  • Publicação Acadêmica lançou a  edição número 19, “Transnationalism, Localization, and Translation in European Fandom”, editada pela convidada Anne Kustritz (University of Amsterdam).
  • Jurídico colaborou com Fan Video e Multimídia para submeter uma resposta escrita às perguntas complementares do Escritório de Copyright sobre a petição de maio para renovação e expansão da dispensa para quem cria vídeos de fãs no que diz respeito às medidas anti-evasão do Digital Millennium Copyright Act..
  • Jurídico trabalhou com o grupo de fãs Whedonopolis para garantir que seu uso do termo “fandom” em uma marca registrada não impeça que outras pessoas usem o termo para identificar outros projetos, bens ou serviços.
  • Suporte recebeu 631 solicitações.
  • Sistemas encomendou novos servidores para o OA3.
  • Wiki e Comunicação criaram posts e realizaram uma festa editorial pública para o June Bloom.

Julho

  • Diretrizes e Abuso recebeu mais de 300 solicitações.
  • Acessibilidade, Design e Tecnologia lançou quatro versões em quatro etapas de implementação (versões 0.9.65 – 0.9.69) referentes a bugs.
  • Documentação para o AO3 publicou duas FAQs e um tutorial.
  • Comunicação colaborou com Acessibilidade, Design e Tecnologia e com o Jurídico para esclarecer que um aplicativo de terceiros para o AO3 disponível na Google Play Store não era afiliado à OTW.
  • Eleições publicou sua política de confidencialidade.
  • Jurídico estabeleceu uma parceria com o projeto Fanworks Are Fair Use, da Harry Potter Alliance.
  • Jurídico liderou a OTW no processo para participar dos projetos Re:Create Coalition e Save the Link Project.
  • Pessoas ligadas ao Jurídico participaram de um painel na Comic-Con de San Diego com o título “Fandom is my Fandom.”
  • Jurídico colaborou com o Fan Video e Multimídia para submeter respostas às perguntas complementares do Escritório de Copyright sobre a petição de maio para renovação e expansão da dispensa para quem cria vídeos de fãs no que diz respeito às medidas anti-evasão do Digital Millennium Copyright Act.
  • Portas Abertas anunciou a importação do The Hermit’s Library, um arquivo de Blake’s 7, para o AO3.
  • Suporte recebeu 720 solicitações.
  • Organização de Tags reescreveu e recomeçou o processo de discussão para renovar as orientações gerais do comitê.
  • A equipe de Organização de Tags criou e publicou uma Política de Confidencialidade para o comitê.
  • Organização de Tags criou um evento mensal chamado Drop Day, com o objetivo de incentivar quem está com uma sobrecarga de trabalho a oferecer fandoms a quem tem uma carga menor.
  • Tradução criou novas equipes para marati, croata, eslovaco, japonês e vietnamita.

Agosto

  • Diretrizes e Abuso recebeu mais de 500 solicitações.
  • Acessibilidade, Design e Tecnologia migrou do Google Code para JIRA.
  • Acessibilidade, Design e Tecnologia lançou três versões em sete etapas de implementação (0.9.70 – 0.9.76) referentes a endereços de IP em comentários, melhorias na interface do Fannish Next of Kin, melhorias nos bastidores e soluções de bugs.
  • AO3 celebrou seu primeiro dia com mais de 15 milhões de visualizações de páginas.
  • Comunicação publicou um post informativo a respeito da impossibilidade do AO3 lançar um aplicativo oficial para celular.
  • O Jurídico trabalhou em parceria com a Re:Create Coalition para propor dois painéis para a conferência South by Southwest, em 2016.
  • Portas Abertas anunciou a importação do Seamus/Dean Forever, um arquivo de Harry Potter, para o AO3.
  • Suporte recebeu 679 solicitações.
  • Tradução criou novas equipes para norueguês e grego.

Setembro

  • Diretrizes e Abuso recebeu mais de 300 solicitações.
  • A OTW comemorou seu oitavo aniversário.
  • Acessibilidade, Design e Tecnologia lançou sete versões em sete etapas de implementação (0.9.77 – 0.9.83) referentes a ferramentas para a equipe de Diretrizes e Abuso, entre outros.
  • Acessibilidade, Design e Tecnologia anunciou que a função de moderar comentários será implementada no AO3 em breve.
  • Documentação para o AO3 atualizou a FAQ “Sobre o AO3”.
  • Comunicação colaborou com a Publicação Acadêmica para comemorar a 20ª edição da TWC, com eventos como um chat público e duas publicações em foco.
  • Desenvolvimento e Membros criou uma conta com uma alternativa ao PayPal.
  • Eleições anunciou oito candidaturas às eleições de 2015 e publicou suas biografias e manifestos.
  • A candidata Nikisha Sanders foi removida da cédula de votação por orientação do Conselho. O candidato Dan Lamson retirou sua candidatura.
  • Publicação Acadêmica lançou a 20ª edição da TWC.
  • O Tribunal de Recursos da 9ª Circunscrição divulgou uma decisão no caso Lenz v. Universal, concordando com a OTW e seus aliados que “o uso razoável não é apenas isento pelo direito, mas plenamente autorizado pela legislação.”
  • O Jurídico submeteu um parecer ao governo sul-africano em resposta ao pedido governamental por pareceres acerca da possível reforma na legislação de copyright, estimulando a África do Sul a adotar o padrão de uso razoável.
  • O Jurídico trabalhou com a pessoa que criou um widget não-autorizado para Android, com o objetivo de alterar o logo e deixar claro que não possui autorização ou qualquer relação com a OTW.
  • Suporte recebeu 638 solicitações.
  • Organização de Tags criou um novo projeto para melhorar a organização de fandoms sem responsável. Ao longo do restante do ano, este projeto resultou na organização ou atualização para atender as diretrizes atuais em centenas de fandoms sem responsáveis.
  • Wiki publicou posts e tweets sobre o Stub September.

Outubro

  • Diretrizes e Abuso recebeu mais de 450 solicitações.
  • Acessibilidade, Design e Tecnologia lançou três versões em três etapas de implementação (0.9.84 – 0.9.86) referentes a ferramentas para a equipe de Diretrizes e Abuso, entre outros.
  • O Conselho realizou o retiro anual, com a presença de representantes de vários comitês.
  • O Conselho abordou as dúvidas e críticas da comunidade a respeito das práticas orçamentárias.
  • Desenvolvimento e Membros arrecadou mais de US$ 170.000 na campanha de outubro.
  • Eleições publicou as respostas de membros candidatos ao Q&A e realizou cinco chats públicos.
  • O Escritório de Copyright anunciou a renovação e expansão da dispensa para quem cria fanvideos sob a seção 1201 do Digital Millennium Copyright Act, proposta pelo comitê Jurídico da OTW e defendida em parceria com The Electronic Frontier Foundation.
  • Jurídico submeteu um parecer em parceria com a Public Knowledge junto à Coordenação de Propriedade Intelectual do Gabinete de Gestão e Orçamento dos Estados Unidos, em resposta a um pedido por pareceres acerca do seu plano para execução do direito de propriedade intelectual.
  • Planejamento Estratégico recebeu a aprovação do Conselho para o Plano Estratégico 2016-19 e para a Implementação do Plano de Suporte.
  • Suporte recebeu 650 solicitações.
  • Organização de Tags revisou o processo de recrutamento para incluir uma avaliação e um grupo organizador menor, com novos membros.
  • Voluntariado e Recrutamento enviou a pesquisa anual de Ainda Disponível para Trabalhar para todo o pessoal da OTW.

Novembro

  • Diretrizes e Abuso recebeu mais de 400 solicitações.
  • Acessibilidade, Design e Tecnologia lançou seis novas versões em sete etapas de implementação (0.9.87 – 0.9.93), lançando a moderação de comentários e lidando com outros itens variados.
  • Eleições realizou o pleito para o Conselho de Administração de 2015. Matty Bowers e Atiya Hakeem, que entraram para o Conselho, devem assumir o cargo em 1º de dezembro de 2015.
  • Membros do Conselho Andrea Horbinski, Soledad Griffin, Jessica Steiner, Eylul Dogruel, Cat Meier e M.J. MacRae anunciaram a resignação de seus cargos, passando a vigorar em 15 de dezembro de 2015.
  • Eleições divulgou as estatísticas da eleição de 2015.
  • Jurídico promoveu a ferramenta Internet Voice Tool da Save the Link Coalition para coletar feedback sobre a legislação de copyright proposta pela Comissão Europeia.
  • Jurídico submeteu um memorial de <i>amicus curiae</i> pedindo para o Tribunal de Recursos da 9ª Circunscrição fortalecer seu posicionamento no caso Lenz v. Universal de que quem detém copyright deve levar em consideração o uso razoável antes de submeter uma notificação de retirada pelo DMCA.
  • Jurídico, em parceria com a Electronic Frontier Foundation e o Comic Book Legal Defense Fund, submeteu um memorial de amicus curiae junto à Suprema Corte dos Estados Unidos para resolver uma disputa a respeito de como a Primeira Emenda defende o direito de livre expressão das pessoas para usar o nome, aparência ou identidade de uma pessoa sem violar seus direitos da personalidade.
  • Portas Abertas anunciou a importação do Wolf and Hound, um arquivo de Harry Potter, para o AO3.
  • Planejamento Estratégico publicou o Plano Estratégico 2016-19.
  • Suporte recebeu 579 solicitações.

Dezembro

  • Diretrizes e Abuso recebeu 350 solicitações, encerrando 2015 com um total de 4550.
  • Acessibilidade, Design e Tecnologia lançou três versões em seis etapas de implementação (0.9.94 – 0.9.99), incluindo uma melhoria no editor de Rich Text, a possibilidade de recusar obras presenteadas e muitas outras melhorias de desempenho invisíveis.
  • AO3 celebrou a marca de 2 milhões de obras publicadas e 20 mil fandoms canônicos.
  • O Conselho indicou os três primeiros membros suplentes nas eleições de novembro (Alex Tischer, Katarina Harju e Aline Carrão) para assumir os cargos renunciados por Jessica Steiner, Margaret J MacRae e Soledad Griffin durante os dois anos restantes no tempo de serviço, em vigor imediatamente.
  • Política de Conteúdo realizou algumas pequenas mudanças nos Termos de Serviço do AO3 e FAQs associadas, esclarecendo as políticas de privacidade e políticas relativas a obras órfãs.
  • Fanhackers foi reestruturado e o comitê foi dissolvido. O blog do Fanhackers tornou-se responsabilidade do Comunicação, e a Fan Studies Bibliography (Bibliografia de Estudos Acadêmicos sobre Fandom) tornou-se responsabilidade da Publicação Acadêmica.
  • Jurídico submeteu um parecer em resposta ao pedido feito pela Comissão Europeia a respeito de plataformas online, intermediários online e computação em nuvem, enfatizando os perigos da regulação baseada na falsa suposição de que todas as plataformas e intermediários online são grandes entidades comerciais.
  • Suporte recebeu 708 solicitações, finalizando 2015 com um total de 8328.
  • Portas Abertas anunciou a importação do WesleyFanfiction.net, um arquivo do Buffyverse, e do Innocent Lies, um arquivo de Alexis Denisof, para o AO3.
  • Organização de Tags formalizou um novo processo para permitir que responsáveis por fandoms anunciem mudanças significativas na forma como seus fandoms são organizados.
  • Organização de Tags atingiu a marca de 20 mil fandoms canônicos no AO3.

CONTINUAR A SERVIR FÃS: os pilares para 2016

Além de levar a nossa missão adiante através dos nossos projetos e equipes, as prioridades da OTW no próximo ano incluem revisar e agilizar nossa organização interna e melhorar a nossa presença online para que nossas conquistas, estruturas e obras sejam mais visíveis e transparentes.

Planejamos trabalhar nas seguintes áreas específicas:

Uma melhor estrutura financeira e de gestão, criando procedimentos que sigam as melhores práticas de contabilidade, gerenciamento de contas e relatórios financeiros para as partes externas e internas interessadas.
Uma revisão do nosso processo eleitoral e um estatuto que garanta a imparcialidade e clareza em eleições futuras.
Uma renovação na presença online da OTW, começando pela transferência para o novo site principal.
Melhorar o suporte e a estrutura para todos os projetos da OTW a fim de ajudá-los a crescer e alcançar seus objetivos.
Pensando no futuro, estamos trabalhando com os comitês dos projetos para ajudá-los a melhorar seu fluxo de trabalho e estabelecer necessidades e objetivos na medida em que avançam. Também pretendemos criar um conselho consultivo para a OTW no futuro, além de reavaliar nossas ações para estabelecer as melhores estruturas operacionais para que a OTW e seus projetos possam continuar crescendo.

FINANÇAS

Organização para Obras Transformativas

DEMONSTRAÇÃO DA SITUAÇÃO FINANCEIRA para o ano encerrado em 31 de Dezembro de 2015

BALANÇO

Total

Em 31 de dez. de 2015 Em 31 de dez. de 2014
ATIVOS
  Ativos Circulantes
    Contas Bancárias
      Conta Corrente 412.182,38 278.433,34
      Paypal 12.673,46 12.671,34
      Paypal 2 1.377,39  11.300,51
    Contas Bancárias (Total) 426.233,23 302.405,19
    Contas a Receber
      Contas a Receber 0,00 0,00
    Contas a Receber (Total) 0,00 0,00
    Outros Ativos Circulantes
      Contas a Receber no Cartão de Crédito 5.184,76
      Outros Ativos Circulantes 300,00 300,00
      Ativo Inclassificável 106,00
    Outros Ativos Circulantes (Total) US$ 5.590,76 US$ 300,00
  Ativos Circulantes (Total) US$ 431.823,99 US$ 302.705,19
  Ativos Fixos
    Máquinas e Equipamentos 198.978,89 127.804,54
      Depreciação 3.791,68 3.791,68
    Máquinas e Equipamentos (Total) US$ 202.770,57 US$ 131.596,22
  Ativos Fixos (Total) US$ 202.770,57 US$ 131.596,22
  Outros Ativos
    Outros Ativos Realizáveis a Longo Prazo 10.088,92 10.081,82
  Outros Ativos (Total) US$ 10.088,92 US$ 10.081,82
TOTAL DE ATIVOS US$ 644.683,48 US$ 444.383,23
PASSIVOS E PATRIMÔNIO LÍQUIDO
  Passivos
  Passivos Atuais
    Contas a Pagar
      Contas a Pagar (A/P) 1.889,14
    Contas a Pagar (Total) US$ 1.889,14 US$ 0,00
    Passivos Atuais (Total) US$ 1.889,14 US$ 0,00
  Passivos (Total) US$ 1.889,14 US$ 0,00
  Patrimônio Líquido
    Saldo Inicial do Patrimônio Líquido 0,00 0,00
    Lucros acumulados 444.383,23 252.849,66
    Rendimento Líquido 198.411,11 191.533,57
  Patrimônio Líquido (Total) US$ 642.794,34 US$ 444.383,23
PASSIVOS E PATRIMÔNIO LÍQUIDO (TOTAL) US$ 644.683,48 US$ 444.383,23

Todos os valores são apresentados em USD.

LUCROS E PERDAS

Total

Jan – Dez 2015 Jan – Dez 2014 (AA)
Renda
  Renda (Sem Fins Lucrativos) 348.457,92 298.543,92
Total Income US$ 348.457,92 US$ 298.543,92
Despesas
  Despesas ADT 99  4.721,35
  Taxas Bancárias 1.247,49 520,00
  Custos Financeiros 12.876,83 1247,49
  Angariação de Fundos  13.741,11 16.884,77
  Seguro  5.312,25 2.433,24
  Despesas Administrativas-Gerais/Escritório  2.161,06 9.577,35
  Administração de Projetos 7.280,90 6.965,27
  Despesas de Sistemas 81.526,63 47.377,66
  Taxas e Licenças  60,00 60,00
  Viagens  18.758,27 18.355,21
  Refeições em Viagens 3.344,14 160,68
  Despesas não-aplicáveis pagas em Dinheiro  1.793,48
Despesas Totais US$ 148.201,16 US$ 107.043,53
Receita Operacional Líquida  200.256,76 191.500,39
Outras Rendas
  Juros Ganhos  7,10 18,18
Renda Distinta Total US$ 7,10 US$ 18,18
Outras Despesas
  Discrepâncias de Reconciliação  1.852,75 -15,00
Outras Despesas (Total) $1.852,75 $-15,00
Renda Distinta Líquida 1.845,65 33,18
Rendimento Líquido US$ 198.411,11 US$191.533,57

Todos os valores são apresentados em USD.

NOTAS PARA DECLARAÇÕES FINANCEIRAS

31 de dezembro de 2015

Organização e Sumário de Políticas de Contabilidade Significativas

Organização: A OTW é uma organização sem fins lucrativos registrada nos EUA sob o tipo 501(c)(3) estabelecida em Delaware. A OTW foi estabelecida por fãs para servir aos interesses de fãs por meio do fornecimento de acesso à e preservação da história de obras de fãs e cultura de fãs em suas infinitas formas. A OTW é um esforço colaborativo iniciado e dirigido por fãs, para fãs. 

Base de Apresentação: As declarações financeiras anexas são apresentadas usando um método de contabilidade monetária modificada. 

Apresentação de Declarações Financeiras: Informações sobre a posição financeira e atividades são classificadas nas classes aplicáveis de ativos líquidos: ativos líquidos irrestritos, ativos líquidos temporariamente restritos, e ativos líquidos permanentemente restritos. Atualmente, todos os ativos são classificados como irrestritos. Além disso, as despesas são classificadas em despesas de serviços/programas e despesas de suporte. 

Dinheiro e equivalentes: A OTW mantém saldos em dinheiro dentro dos limites federais. A organização não retém equivalentes. 

Uso de Estimativas: A preparação de declarações financeiras de acordo com os princípios de contabilidade normalmente aceitos requer que a administração faça estimativas e suposições que afetam as quantidades declaradas de ativos e passivos, divulgação de ativos contingentes e passivos na data das declarações financeiras, e a quantidade declarada de rendimento e despesas durante o período de declaração. Resultados concretos podem divergir dessas estimativas. 

Contribuições: A OTW reconhece todas as contribuições incondicionais recebidas como renda no período. Contribuições recebidas são classificadas como irrestritas, temporariamente restritas ou permanentemente restritas dependendo da existência e/ou natureza de qualquer restrição. Todas as contribuições são consideradas disponíveis para uso irrestrito a não ser se especificado de outra maneira pelo doador. 

Serviços Doados: A OTW não atribui um valor para atividades voluntárias na declaração de atividades. 

Quotas de Adesão: Quotas de adesão são reconhecidas como rendimento baseado no período de adesão coberto pelas quotas. 

Atribuição Funcional de Despesas: Os custos de fornecimento de vários programas e outras atividades da organização foram resumidas em uma base funcional na declaração de atividades. Portanto, certos custos podem ter sido alocados dentro de programas e serviços de suporte beneficiados. 

Taxas de Rendimento: A OTW é uma organização registrada nos EUA sob o tipo 501(c)(3)  e é isenta de taxas de rendimento federais e taxas estaduais de franquia sob as provisões da seção 501(c)(3) do Código de Rendimento Interno e da seção 1902(b)(6), Título 30 do Código de Taxação do Estado de Delaware, respectivamente. Sendo assim, nenhuma provisão para taxas de rendimento foram fornecidas nestas declarações financeiras. 

Concentração de Risco de Crédito: A OTW mantém seu saldo em dinheiro em um banco. Contas no banco são seguradas pela Corporação Federal de Seguro de Depósito (FDIC, em inglês) em até US$250.000.

A OTW / MISSÃO, VISÃO, VALORES

NOSSA MISSÃO

A OTW (Organização Para Obras Transformativas) é uma organização sem fins lucrativos estabelecida por fãs para servir aos interesses de fãs, preservando e fornecendo acesso à história de trabalhos e cultura de fãs na sua infinidade de formas. Nós acreditamos que obras de fãs são transformativas e obras transformativas são legítimas. 

A OTW representa uma prática de obras transformativas de fãs historicamente enraizada em uma cultura primariamente feminina. A OTW preservará o registro desta história à medida em que perseguimos nossa missão enquanto encorajamos expressões novas e não-mainstream de identidade cultural dentro do fandom. 

NOSSA VISÃO

Temos a perspectiva de um futuro no qual todas as obras de fãs sejam reconhecidas como legais e transformativas e sejam aceitas como uma atividade criativa legítima. Defendemos o nosso trabalho da exploração comercial e contestação legal com proatividade e inovação. Nós preservamos nossa economia de fãs, valores e expressão criativa protegendo e nutrindo colegas no fandom, nosso trabalho, nossos comentários, nossa história e nossa identidade enquanto fornecemos o acesso mais extenso possível a atividades de fãs para todo o mundo.

NOSSOS VALORES

  • Valorizamos as obras transformativas de fãs e as comunidades inovadoras das quais estas surgiram, incluindo mídia, RPF (ficção com pessoas reais), anime, quadrinhos, música e fan video. 
  • Valorizamos nossa identidade como uma comunidade predominantemente feminina com uma rica história de criatividade e comentário. 
  • Valorizamos a nossa infraestrutura baseada em trabalho voluntário e a economia de doação no fandom que reconhece e celebra os valores de infinitas e diversas atividades. 
  • Valorizamos garantir a maior acessibilidade possível a atividades de fãs, para que todas as pessoas que nelas desejem participar possam fazê-lo. 
  • Valorizamos diversidade infinita em combinações infinitas. Valorizamos todas as pessoas engajadas em obras transformativas: fãs de qualquer raça, gênero, cultura, identidade sexual ou habilidade. Valorizamos a polinização cruzada e a troca de ideias e culturas entre fãs, ao mesmo tempo que tentamos evitar a homogeneização e a centralização do fandom.

SOBRE A OTW / QUEM SOMOS

A OTW (Organização para Obras Transformativas) é comandada por fãs e para fãs. Todos os membros do Conselho da OTW são ativos em fandom, assim como centenas de outras pessoas que servem nos comitês e em nosso corpo voluntário.

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Matty Bowers (Presidente) encontrou fandom pela primeira vez em maio de 1998; entretanto, ela só se envolveu realmente em 2001. Seus primeiros fandoms foram Highlander e Buffy, mas ela logo se encontrou em muitos outros. Hoje em dia, é uma verdadeira fã de fandom, disposta a ler praticamente qualquer obra épica de qualquer fandom! Matty passou os primeiros anos só observando, mas em algum momento começou a contribuir para projetos de fãs, como informativos e comunidades de recomendações. Ela ficou fascinada e intrigada quando ouviu os primeiros rumores sobre a criação de um espaço onde o fandom fosse dono dos servidores e entrou para a OTW como organizadora de tags quando ocorreu a chamada para voluntariado em 2009. Desde então, ela trabalhou nos comitês de Suporte, Documentação do AO3 e Abuso. Matty é graduada em Educação e passou mais de dez anos trabalhando como professora antes de mudar para um emprego na área de tecnologia. Atualmente trabalha como gerente de um negócio local e, no seu tempo livre, dá suporte técnico a amizades e parentes.

Aline Carrão tem formação em Direito pela Universidade de Juiz de Fora. Ela trabalhou em proteção ao consumidor e direito civil e hoje continua a desenvolver sua educação para trabalhar como funcionária pública. Aline descobriu fandom ainda quando Harry Potter estava conquistando o mundo e não saiu desde então. Você pode encontrá-la sob o pseudônimo LilyC no AO3 e no Tumblr. Ela entrou para a OTW em 2013 como organizadora de tags e aos poucos envolveu-se em outras áreas da organização; hoje ela é membro das equipes de Suporte e Tradução. No Suporte, ela lida com preocupações, dúvidas e feedback; na Tradução, ajuda a gerenciar mais de 150 pessoas e a finalizar projetos com prazos apertados em uma atmosfera de comunicação constante e produtiva entre todos os membros da equipe.

Atiya Hakeem (Tesoureira) é graduada em Biologia pelo Instituto de Tecnologia da Califórnia (Caltech), tendo seguido então para a Universidade do Havaí para obter um doutorado em Ciências Biomédicas. Depois de trabalhar na Caltech como neurobióloga, estudando autismo e cognição social por muitos anos, voltou recentemente para o Havaí e hoje passa seu tempo com porcos-formigueiros como voluntária no Zoológico de Honolulu. Ela sempre usou fandom como uma fuga e espaço de criatividade, com interesses que incluem Star Trek, baseball, a era das navegações, Hawaii Five-O (Havaí 5-0 no Brasil) e anime, o que a levou a trabalhar como membro da equipe no Anime Expo e AX New York. Tornou-se voluntária da OTW em 2012 como parte do Suporte do AO3, e desde então já respondeu a mais de 5000 solicitações. Motivada pelo desejo de se envolver diretamente na manutenção do Arquivo, juntou-se ao AD&T (o comitê de programação e design do Arquivo) como parte da equipe de testes e hoje lidera o subcomitê de Testes e Garantia de Qualidade. Também já ajudou os grupos de trabalho de Reestruturação de Categorias e Pesquisa.

Katarina Harju é uma finlandesa falante de sueco atualmente estudando para obter um diploma na área de Tecnologia da Informação. Antes disso, ela trabalhou com contabilidade por muitos anos. Começou a procurar fandoms em 2000, depois de ler a respeito em uma revista (e é eternamente grata por ter escolhido essa revista específica em um momento de tédio). Ela criou obras de fãs em diversos fandoms, muitas das quais podem ser encontradas na sua página do AO3. Em algum momento, ela se apaixonou por podfics. Ainda escreve fics, grava podfics, e faz até mesmo artesanato ligado a fandoms de vez em quando, mas não com a frequência de que gostaria. Katarina acompanhou o trabalho da OTW de perto desde o começo, envolvendo­-se em 2013 com o comitê de Tradução, no qual hoje é tradutora e membro da equipe. Ela foi organizadora de tags por um tempo em 2014 e hoje também trabalha no comitê de Abuso do AO3.

Alex Tischer (Secretárix), Drx. em Medicina Veterinária, é veterinárix de emergência e cuidados críticos. Cresceu na Alemanha e atualmente vive no Reino Unido. Faz parte de fandoms desde antes da virada do milênio e já passou por mais fandoms do que conseguimos listar aqui. Os mais atuais incluem Rivers of London (Enigmas de Londres), Person of Interest e Mad Max: Estrada da Fúria. É membro da OTW quase que continuamente desde 2008, voluntariando de alguma forma pelo mesmo período de tempo. Além do fandom de mídia, de alguma forma, Alex foi parar no estranho e maravilhoso mundo dos esportes ­ — grupos específicos que são parecidos com fandoms de modo surpreendente. Quando não está lidando com animais doentes, Alex pode ser encontradx em corrida de obstáculos, escaladas e corridas em trilhas quase tão frequentemente quanto consumindo mídia.

MEMBROS EMÉRITOS DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

2015

  • Eylul Dogruel
  • Soledad Griffin
  • Andrea Horbinski
  • M.J. MacRae
  • Cat Meier
  • Jessica Steiner

2014

  • Franzeska Dickson
  • Anna Genoese
  • Nikisha Sanders

2013

  • Julia Beck
  • Maia Bobrowicz
  • Ira Gladkova
  • Kristen Murphy

2012

  • Francesca Coppa, PhD
  • Naomi Novik
  • Jenny Scott-Thompson

2011

  • Rachel Barenblat
  • Hele Braunstein
  • Sheila Lane
  • Allison Morris

2010

  • Naomi Novik
  • Rebecca Tushnet, JD
  • Elizabeth Yalkut

2009

  • KellyAnn Bessa
  • Susan Gibel, JD

2008

  • Cathy Cupitt, DCA
  • Michele Tepper, PhD

Leia mais sobre nossos membros eméritos em: http://www.transformativeworks.org/membros-emeritxs-da-direcao/?lang=pt-br

Leia mais sobre nossos comitês atuais em: http://www.transformativeworks.org/comites-e-grupos-de-trabalho/?lang=pt-br

COMITÊS

Abuso
Acessibilidade, Design e Tecnologia
Comunicação
Desenvolvimento e Membros
Documentação para o AO3
Eleições
Fan Video e Multimídia
Financeiro
Internacionalização e Expansão
Jurídico
Open Doors (Portas Abertas)
Planejamento Estratégico
Publicação Acadêmica
Sistemas
Suporte
Organização de Tags
Tradução
Voluntariado e Recrutamento
Webs
Wiki

GRUPOS DE TRABALHO

Política de conteúdo

Os comentários estão desativados.