Projeto de Preservação da Cultura de Fãs

Tens zines, panfletos de fandoms, recordações em papel ou programas de convenções que já não podes guardar, mas não queres deitar fora? A OTW (Organização para Obras Transformativas) pode ajudar!

Overview

O Fan Culture Preservation Project (Projeto de Preservação da Cultura de Fãs) é uma parceria entre a OTW e o departamento de Coleções Especiais das Bibliotecas da Universidade do Iowa dedicado a preservar artefactos de fãs tais como letterzines, fanzines, e outras obras e recordações de fãs não digitais.

A OTW já ajudou várias pessoas a estabelecer coleções na Universidade do Iowa sob os seus próprios nomes  (vê a página da biblioteca sobre Coleções Relacionadas a Fandoms); fãs que prefiram o anonimato podem doar à coleção geral da OTW (Coleção de Fanzines e Ficção de Fãs da OTW).

Contacta o comité do Portas Abertas para mais informações sobre doar zines ou outros artefactos da cultura de fãs para o Projeto de Preservação da Cultura de Fãs. (Outros projetos da OTW, como o Archive of Our Own – AO3 (O Nosso Próprio Arquivo), a Fanlore e o projeto Open Doors (Portas Abertas) podem ajudar-te a preservar obras ou artefactos de fãs digitais.)

Porque é que a preservação da cultura de fãs é importante?

Como diz Greg Prickman, Diretor Assistente de Coleções Especiais na Universidade do Iowa, “a cultura de fãs é anterior e antecipa a nossa cultura de internet moderna de remix e mash-up.” O departamento de Coleções Especiais tem um forte interesse em preservar zines e a cultura de fãs: a universidade já acolhe uma enorme (250.000) coleção de zines de ficção científica e fantasia e zines amadoras de imprensa associativa, bem como uma coleção de zines de Riot Grrrl e Underground Music.

Proteger e preservar “obras de fãs transformativas e as comunidades inovadoras das quais surgiram” é o cerne da missão da OTW. Letterzines e zines de fãs são os artefactos tangíveis (e prova da existência) da longa duração das nossas comunidades de fãs, muitas das quais eram historicamente contracultura. À medida que as nossas obras se perdem e as pessoas saem das fandoms ou falecem, essa história desaparece.

A OTW também acredita em “tornar as atividades de fãs tão acessíveis quanto possível a todas as pessoas que queiram participar nelas.” Com a parceria com a Universidade do Iowa, uma grande biblioteca de investigação, estamos a ajudar a colocar estes artefactos da cultura de fãs num local central, acessível e sem fins lucrativos. Para além de a universidade ter capacidade para enviar fotocópias, estamos a explorar as opções de digitalização para que fãs e pessoas académicas que não possam ir lá fisicamente também possam ter acesso aos materiais.

Coleções

A primeira grande doação mediada pela OTW foi os Arquivos de Fanzines, uma coleção de mais de 3.000 zines clássicas anteriormente alojadas em Santa Barbara, CA, nos Estados Unidos –mais de 62 caixas! A OTW conseguiu ajudar a arquivista cessante, Ming Wathne, a guardar e proteger esta coleção valiosa. O departamento de Coleções Especiais está atualmente no processo de organizar e empacotar as zines de Ming. Pouco depois disso, os exemplares que fazem parte da coleção do Arquivo de Fanzines serão listados num assistente de pesquisa no website das Coleções Especiais. Estamos atualmente a ajudar mais fãs de longa data a doar as suas coleções à biblioteca.

Podes ver a crescente lista de coleções abaixo, ou visitar as Coleções Relacionadas a Fandoms das Bibliotecas da Universidade do Iowa.

     

  • Coleção do Arquivo de Fanzines Mariellen (Ming) Wathne (2009)

    A Coleção do Arquivo de Fanzines contém milhares de fanzines focadas em Star Wars que foram originalmente recolhidas por Lucasfilm Ltd., produtora da série Star Wars. Esta coleção foi oferecida de volta a fãs na década de 90, e uma fã californiana chamada Mariellen Wathne aceitou-a e começou uma biblioteca de empréstimo para distribuir zines entre fãs. Para além de zines de fãs sobre Star Wars, também há muitas zines sobre Star Trek, incluindo algumas das peças antigas mais importantes. (Foi criado um fundo em memória a Ming Wathne na Universidade de Iowa para apoiar esta coleção. Vê esta página para mais detalhes.)

  •  

  • Coleção Celeste Hotaling-Lyons (2009)

    Uma coleção de centenas de zines desde os fins da década de 70 até ao início da década de 90, com fandoms tais como Blake’s 7, Sherlock Holmes, Dr. Who, Star Wars, Star Trek, Max Headroom, e Forever Knight.

  •  

  • A Coleção Susan Hill (2009)

    A coleção de Susan Hill abrange um número de zines e letterzines britânicas sobre Blake’s 7, para além de algumas de outras fandoms e algumas zines multimédia da década de 90. A coleção também inclui programas e outros materiais de convenções da MediaWest e da InConJunction, bem como uma cópia de “The Professional’s Drinking Game.”

  •  

  • A Coleção do Watchers of CIS de Materiais de Fãs de Highlander (2009)

    Esta coleção sobre Highlander: The Series inclui originais de impressão e cópias do The Prize, uma newsletter produzida pelo grupo de fãs Watchers of CIS. Também tem materiais de publicidade, catálogos de marcadorias, recortes de notícias e outros artefactos de fãs ligados a Highlander.

  •  

  • A Coleção Brian Knapp (2009)

    Esta é uma grande coleção de zines clássicas da década de 70 e início da década de 80. Inclui títulos como: The Green Dome (The Prisoner), Locus, Menagerie, Spockanalia, Future Wings, The Goddess Uhura, e Kraith Collected Volumes 1 – 6. Outros itens notáveis são “Sing A Song of Trekkin (A Fun-Filled Folio of 20 Trekker ‘Filk’ Songs)”, e vários anuários da J.D.I.F.C. (Clube Internacional de Fãs de James Doohan), bem como programas de recordação das convenções I-Con, Arisia, MiniTrekCon, Creation Con ’79, e New York Star Trek ’76.

  •  

  • A Coleção Debbie Hoover (2009)

    23 caixas grandes com zines–quase 1500– datando desde os finais da década de 70/início da década de 80 até ao presente. Star Trek, Star Wars, várias séries policiais, Stargate, X-files e Robin Hood.

  •  

  • A Coleção Morgan Dawn (2010; em processamento)

    *A Coleção de Fanzines e Circuit Library de Professionals, uma coleção de ficção de fãs de Professionals que foi distribuída através de redes privadas nas décadas dos anos 80 e 90.

    *A Coleção de Zines e Fanvids Morgan Dawn; inclui ficção e vídeos de fãs

  • A Coleção Susan M. Garrett (2010; em processamento)

    Catálogo em breve!

  •  

  • Donativos à Coleção Geral da  OTW

    * UMF: The ‘Zine for the Creative Duranie foi uma zine dedicada a ficção de fãs sobre os Duran Duran. Teve dez edições, de 1993 a 1998. Atualmente temos as edições 3, 5 e 6.

    * Coleção de zines maioritariamente sobre Kung Fu: The Legend Continues e Quantum Leap, bem como miscelânia de MacGyver, Rat Patrol, e zines sobre várias séries western.

    * Coleção de zines multifandom (por ex., Storm Signs, Wounded Heroes), zines sobre Quantum Leap (incluindo várias edições de The Angel and the Dreamer, Quantum Instability, e outras), sobre Sentinel, e sobre Due South.

    * Coleção de zines em várias fandoms, incluindo: Alias Smith & Jones, Blake’s 7, Voyage to the Bottom of the Sea, Highlander, Sentinel, e multimédia.

    * Coleção de zines em várias fandoms incluindo The Real Ghostbusters e The Man From UNCLE, bem como várias antologias multimédia.

    * Coleção de letterzines sobre Simon and Simon e zines de ficção em várias fandoms; estas zines originam da coleção de Alison Wilson, que se envolveu em várias fandoms até à sua morte no final da década de 90. Uma fã ávida e escritora de ficção de fãs, foi citada em Textual Poachers por Henry Jenkins.

    * Coleção de zines de X-Files, Buffy, DS9, e Blake’s 7 doadas por Joanna Lowenstein em memória a Beth Kiedrowicz, fã de media e visitante regular da WisCon. Estas zines faziam parte da coleção de Beth.

Lê Mais

Anunciamos o Projeto de Preservação da Cultura de Fãs, 17 de junho, 2009.

As Bibliotecas da Universidade do Iowa adquirem milhares de ‘fanzines’ de ficção científica, 5 de julho, 2009, Associated Press.

Bibliotecas da UI adquirem fanzines de ‘Star Trek,’ ‘Star Wars’, Iowa City Press Citizen, 2 de julho, 2009.

Perguntas Frequentes sobre o projeto Preservação da Cultura de Fãs

     

  • Se tenho materiais que quero doar, com quem devo falar?

    Contacta o Portas Abertas para obteres ajuda com doações a este projeto.

  •  

  • Tenho caixas [ou prateleiras/quartos/casas] cheias de zines! Não tenho possibilidades para as enviar para o Iowa! Fogo, nem as consigo levar ao posto dos correios!

    Podemos ajudar! O Projeto de Preservação da Cultura de Fãs pode organizar não só o pagamento do envio como também a recolha das doações. Não deixes que o custo ou o volume te impeça de doar!

  • Os arquivos serão disponibilizados em formato digital?

    A OTW e a Universidade de Iowa explorarão formas de digitalizar alguns destes materiais, de forma a que fãs lhes possam aceder mesmo se não se puderem deslocar ao Iowa, nos Estados Unidos. Esperamos contactar muitas das pessoas criadoras destas obras para obter permissão para as partilhar de forma mais ampla, online.

  •  

  • Posso requisitar estes materiais através de programas de empréstimo interbibliotecas?

    Os itens desta coleção permanecerão na Universidade de Iowa. No entanto, a equipa das Coleções Especiais disponibiliza-se a fotocopiar e enviar até 100 cópias a pessoas académicas e outras partes interessadas por um preço de até 25 cêntimos por página, de acordo com o seu processo normal. A fãs fora dos EUA será cobrado o mesmo preço por página, bem como os portes de envio.

  •  

  • O Projeto de Preservação da Cultura de Fãs tem algum critério relacionado com a língua ou país de origem das doações?

    Não: tanto o Projeto de Preservação da Cultura de Fãs como a Universidade de Iowa têm interesse em recolher materiais de fãs de todo o mundo, incluindo materiais que não estejam em inglês ou originários de países que não sejam de língua oficial inglesa. No entanto, como acontece com doações dos EUA, a nossa capacidade de ajudar com o envio dependerá dos recursos disponíveis.

  • Posso atribuir a minha coleção de fãs ao projeto no meu testamento?

    Sim. Podemos ajudar-te com a redação adequada de um legado.