Post da Convidada Versaphile

De tempos em tempo, a OTW (Organização Para Obras Transformativas) irá publicar posts de convidadxs nas contas da OTW News. Estxs convidadxs oferecerão uma perspectiva externa a respeito da OTW ou aspectos de fandom onde nossos projetos podem estar presentes. Os posts expressam a visão pessoal de cada autorx e não refletem necessariamente a visão ou constituem a política da OTW. Nós aceitamos sugestões de fãs para futuros posts de convidadxs, elas podem ser deixadas nos comentários ou entrando em contato conosco diretamente.

Versaphile é “oficialmente das antigas, estando envolvida com fandoms online desde 1995: ao longo dos anos eu participei dos fandoms de Arquivo X, Due South, Stargate SG-1, Senhor dos Anéis, Buffy a Caça Vampiros/Angel, Hornblower, Life on Mars, Doctor Who, e Merlin da BBC. Eu costumava fazer diversos projetos de fã ligados a infraestrutura, como recomendações e arquivos, além de vídeos e montagens, mas hoje sou feliz escrevendo épicos de Merlin ridiculamente longos e cheios de angústia.” Hoje, Versaphile vai falar sobre sua experiência trabalhando com o projeto Open Doors (Portas Abertas) da OTW como proprietária de arquivos que estão sendo importados para o Archive of Our Own – AO3 (Nosso Próprio Arquivo).

Como você se envolveu com fandoms e obras de fãs pela primeira vez?

Eu herdei o vício em Star Trek dos meus pais, mas o primeiro fandom em que me envolvi por conta própria foi de Arquivo X. Eu entrei na internet em 1994/1995 e descobri Usenet e alt.tv.x-files e, mais importante, a.t.x.creative. Me envolvi com fanfic e nunca me arrependi.

Você poderia nos contar um pouco sobre seus arquivos e como você se envolveu com eles?

Tive cinco arquivos importados para o AO3 através do Portas Abertas, então vou começar pelo maior, WesleyFanFiction.Net. Cheguei bem atrasada para o fandom de Buffy, a Caça Vampiros/Angel, bem quando Angel estava acabando. Wesley era meu personagem favorito, então fiquei encantada ao descobrir que havia um arquivo inteiramente dedicado a fics sobre ele. E então, num dia de 2005, fui visitar o site e ele tinha desaparecido! Eu usei o Google Cache e contatei DJ, a administradora do arquivo. Ela disse que por conta das vulnerabilidades do eFiction/mySQL, o site foi hackeado três vezes em um mês e alguém maliciosamente apagou a base de dados. Eu tinha experiência com arquivos e infraestrutura de fãs e me voluntariei para ressuscitar o arquivo.

A princípio nem DJ nem Liz Harris, a criadora do arquivo, conseguiram me fornecer um backup da base de dados, então eu comecei a recriá-la manualmente usando o Google Cache. Felizmente, algumas semanas depois um backup foi encontrado e, embora não fosse o mais recente, me economizou muito trabalho. Eu recuperei o site com todas as suas histórias e o reabri para novas submissões. Também acrescentei um novo sub-arquivo para RPS, Innocent Lies.

O segundo maior arquivo é o The Prydonian, um arquivo de Doctor Who para o ship Doctor/Master. Um pouco de contexto antes: anteriormente, quando estive envolvida com o fandom de DW eu transformei o A Teaspoon And An Open Mind de um site simples em HTML administrado pela Nostalgia no arquivo de eFiction central e inclusivo que é hoje. Eu deixei o fandom e passei o site para frente, e então voltei alguns anos depois com Tenth Doctor/John Simm Master. Neste momento o Teaspoon havia crescido muito e de forma bastante desajeitada e eu queria criar um espaço para o nicho de Doctor/Master no fandom. Prydonian foi um sucesso e eu também acrescentei um subgrupo para RPS nele, Human Nature.

Meu último arquivo com o eFiction, embora não cronologicamente, é o Hornblowerfic.com. Eu o criei durante meu curto período no fandom de Horatio Hornblower, principalmente como uma reação a ter um OTP ao qual a maior parte do fandom era hostil ou indiferente devido a uma ship war. Embora o arquivo não seja temático, ele foi criado com a intenção de ser um lugar seguro para histórias centradas em William Bush.

Eu mantive os cinco arquivos ao longo dos anos, realizando os updates para as versões mais recentes do eFiction e lidando com eventuais ataques de spam. Infelizmente os ataques de spam pioraram ao longo dos anos e as atualizações para o eFiction ficaram menos frequentes. Eu sempre acreditei em arquivar e manter obras de fãs mais antigas disponíveis, mas tendo deixado os três fandoms há tempos, estava pronta para encontrar um lugar seguro e permanente para os arquivos. Felizmente o Portas Abertas os aceitou!

Como você ficou sabendo sobre o Portas Abertas e como começou a trabalhar com o comitê?

Eu devo ter ouvido falar do Portas Abertas através do blog de notícias da OTW, que eu venho acompanhando intermitentemente desde que começou. Eu comecei a trabalhar com o Portas Abertas porque era proprietária de diversos arquivos eFiction que estavam sendo alvo de ataques de spam e não tinha mais tempo para lidar com a limpeza. Eu queria que os arquivos tivessem um lar seguro e permanente, e o AO3 foi perfeito para isso.

Como foi o processo de trabalhar com o Portas Abertas para você?

O processo com o Portas Abertas foi bastante tranquilo. Desde o começo deixei claro para o Portas Abertas que eu não tinha nem o tempo nem a energia para ajudar muito na importação, mas elxs conseguiram criar/atualizar seus scripts para importar tudo diretamente da base de dados e dos arquivos dos sites. Obviamente, com tantos arquivo e histórias, levou um tempo para importar tudo, mas elxs fizeram um trabalho fantástico e estou muito feliz com o resultado.

Qual conselho você daria para outrxs donxs ou moderadorxs de arquivos que estão enfrentando problemas parecidos com os que você encontrou?

Acho que hoje em dia as pessoas estão menos dispostas a criar arquivos para fandoms ou personagens específicos, pois o AO3 é um recurso maravilhoso. Mas ainda existem vários arquivos antigos por aí (especialmente os baseados no eFiction), muitos deles semi-abandonados por conta da diminuição progressiva na atividade do fandom ou porque x arquivista mudou para outro fandom. Eu imploro que estxs arquivistas tragam suas histórias para o Portas Abertas antes que elas sejam todas perdidas. Spam não vai deixar de ser um incômodo e infelizmente o desenvolvimento do eFiction é hoje extremamente lento e quase vaporware. O mesmo pode ser dito para arquivos de umx únicx autorx ou fics armazenadas no LiveJournal. Todas elas precisam ser salvas! Fandom precisa caminhar para o futuro sem abandonar seu passado. Como arquivistas, é nossa responsabilidade salvar tudo que for possível.

Quais atividades de fandom mais te inspiraram?

Fic são meu maior interesse, principalmente porque eu mesma sou escritora. E eu tenho que admitir que a torrente de fanarts incríveis possibilitada pelo Tumblr continua a me impressionar (e eu acho que precisamos de um equivalente do AO3 para fanart, pois em algum momento o Tumblr vai morrer e vamos perder TUDO). Mas a parte mais entusiasmante de todo fandom são as discussões e metas que exploram o coração das personagens e histórias dos canon.


Não se esqueça que como parte da nossa celebração ao Portas Abertas no domingo, 18 de setembro, das 17 às 19h UTC (veja quando isso vai acontecer no seu fuso horário) nós vamos fazer um chat ao vivo e todxs estão convidadxs!

Esta notícia foi traduzida pela equipe voluntária de tradução da OTW. Para saber mais sobre o nosso trabalho, visite a página da Tradução no site transformativeworks.org.