Conselho de Administração

A OTW (Organização para Obras Transformativas) é comandada por fãs e para fãs. Todos os membros do Conselho da OTW são ativos no fandom,assim como são as outras centenas de pessoas que servem nos nossos comitês e trabalham de maneira voluntária.

Conselho de Administração (2019-2020)

A primeira obsessão como fã de Claire P. Baker foi “Joseph and the Amazing Technicolour Dreamcoat”, que ela já havia praticamente decorado aos quatro anos de idade. Entretanto, Digimon foi sua porta de acesso ao mundo mais amplo dos fandoms. Através dele ela descobriu fansites, fanfiction e cosplay; e o resto, como dizem, é história. Fandom tornou-se uma parte importante da carreira acadêmica de Claire, o que refletiu-se nos trabalhos escritos para obtenção de seus três títulos (B.A., B.Ed., M.I.) e continua como seu principal tópico de pesquisa até hoje. Claire tornou-se voluntária da OTW em 2014 e assumiu o cargo de copresidente do Comitê de Documentação do AO3 um ano depois. Desde então, ela também entrou para a TWC e o Organização de Tags. No seu tempo livre, Claire pode ser encontrada betando fanfiction, administrando diversas trocas de presentes no AO3 e preparando um exército de cosplays e painéis para sua próxima convenção.

Jessie Casiulis formou-se na Faculdade de Direito da Universidade Sorbonne e possui um mestrado em Direito Digital. Ela descobriu fandom em 2007 com fanfic de Harry Potter, mas desde então se tornou uma colecionadora de fandoms, com uma paixão atual por Overwatch e Yuri!!! On Ice. Jessie entrou para a OTW (Organização para Obras Transformativas) como voluntária de tradução de francês em 2015, depois de encontrar uma postagem de notícias do Jurídico. Agora ela serve como organizadora de tags e membro do Suporte, onde trabalha para garantir que pessoas acessando o Archive of Our Own – AO3 (Nosso Próprio Arquivo) tenham a melhor experiência possível no site.

Natalia Gruber (Presidente) descobriu sua primeira fanfic por acidente enquanto esperava pelo lançamento do último Harry Potter, e por muito tempo acreditou que aquela história era uma ideia maravilhosa, porém isolada. Felizmente, ela acabou descobrindo que não apenas aquela não era a única história disponível, mas também que o fandom era uma comunidade viva e rica, cheia de pessoas incríveis e mais fics do que ela jamais conseguiria ler. Ela passou anos apenas observando, lendo principalmente obras relacionadas a Harry Potter, até que ela ingressou no fandom de Tolkien. Foi nele que ela começou a publicar suas próprias obras e a fazer amizades com outrxs fãs, e ainda é onde ela se sente mais em casa. Professora de inglês durante o dia, Nat entrou para OTW (Organização para Obras Transformativas) em 2016 como tradutora de português brasileiro. Alguns meses depois, tornou-se parte dos comitês de Diretrizes e Abuso e Organização de Tags, onde teve ótimas experiências e aprendeu muito mais a respeito da OTW e seu trabalho. No final de 2017, decidiu participar como membro da equipe de Tradução, trabalhando para dar suporte e assistência para a equipe de tradução na realização de suas funções, envolvendo-se em mais tarefas administrativas e colaborativas com outros comitês

Lex de Leon (Secretário) atualmente trabalha para o governo dos Estados Unidos como um gerenciador de documentos e conteúdo especialista em tecnologia da informação, com foco específico em importação, migração e retenção de longo prazo de registros. Ele começou a escrever fanfiction para a série Valdemar e desde então acumulou múltiplos fandoms os quais está sempre disposto a discutir. Um shipper assumido de femslash, ele gosta de escrever fanfic que utiliza suas experiências de vida e sua imaginação, e ler qualquer fanfic que chama sua atenção ou tem um relacionamento que ele gosta. Uma visita de sorte ao Archive of Our Own – AO3 (Nosso Próprio Arquivo) logo após o recrutamento para o Suporte ser anunciado fez com que se voluntariasse, com a crença de que sua década de experiência em suporte técnico seria útil dentro da OTW (Organização para Obras Transformativas). Ele firmemente acredita na missão da OTW e deseja continuar seu trabalho no futuro. De alguma forma, uma mulher adorável concordou em casar com ele e sempre estar disposta a ouvir suas ideias de obras de fã. Juntos estão criando dois gatos, um cachorro e um pássaro teimoso que não voa.

Rebecca Sentance: Rebecca Sentance faz parte do fandom há cerca de quinze anos, desde o Quizilla, onde ela lia histórias escritas em segunda pessoa em fandoms como Yu-Gi-Oh!, Inuyasha, Yu Yu Hakusho e Dragonball Z. Sua primeira obra no fandom, no entanto, foi uma fanfic de Enid Blyton que ela escreveu com cinco anos de idade, muito antes de sequer ter ideia de que existiam comunidades inteiras de pessoas publicando e lendo esse tipo de obra online.

Ela descobriu o Archive of Our Own – AO3 (Nosso Próprio Arquivo) em 2011 e aos poucos passou a aprender mais tanto sobre a organização por trás dele quanto sobre os muitos outros projetos que ela mantém. A partir daí, Rebecca passou a explorar a história do fandom e o ramo acadêmico que o estuda, bem como a aprender sobre a importância de preservar e defender todos os tipos de obras de fãs. Apesar de seu interesse em participar da OTW (Organização para Obras Transformativas), ela só viu uma chamada aberta para recrutamento em meados de 2015, logo depois de terminar seu mestrado. Estavam procurando integrantes para a equipe de Documentação do AO3: perfeito para alguém que adora tudo que tenha a ver com palavras.

Com o tempo, Rebecca acabou se juntando também às equipes da Transformative Works and Cultures – TWC (Obras e Culturas Acadêmicas) e da Fanlore. Hoje em dia ela dedica uma parcela significativa do seu tempo a ser parte dessa incrível comunidade de fãs. Quando não está fazendo seu trabalho voluntário na OTW, pode-se encontrar Rebecca escondida pelos cantos do fandom da Marvel ou adiando a atualização suas fics.

Danielle Strong começou suas explorações pelo mundo do fandom na década de 90 com fanfiction slash e fanart de Gundam Wing. Quase duas décadas e inúmeros fandoms depois, fizeram seu lar no Archive of Our Own – AO3 (Nosso Próprio Arquivo) nos fandoms de Supernatural e Marvel Cinematic Universe (MCU), entre outros. Quando foi aberto o recrutamento para o comitê de Abuso no início de 2014, soube que suas habilidades com intermediação no relacionamento entre hospital e pacientes, lidando com reclamações e dúvidas seriam úteis para a equipe, e depois de se inscrever nunca mais olhou para trás. Como membro da equipe de Abuso, Danielle já lidou com casos de marcação com tag errada acidentalmente até obras com plágio e assédio, provavelmente já consegue declamar a maior parte dos Termos de Serviço do AO3 de cor! Trazem uma riqueza de conhecimentos em mediação e resolução de problemas para a equipe e dedica-se inteiramente à OTW (Organização Para Obras Transformativas) e o trabalho que realiza.

Kirsten Wright: membro da equipe de Comunicações da Organization for Transformative Works – OTW (Organização para Obras Transformativas), Kirsten primeiro se juntou em 2014 por recomendação de uma antiga professora. Atualmente modera a página do Facebook da OTW, bem como as contas no LiveJournal e no Dreamwidth. Ela é a antiga moderadora da conta da OTW no Twitter, e das contas da Fanlore no Twitter e no Tumblr. Kristen primeiro encontrou fandom organizado quando uma jovem adolescente, e nunca voltou atrás. Em vários pontos, fandom serviu como professor e amigo, e foi como ela descobriu sua carreira em campanhas políticas nos Estados Unidos. Ela é uma notória saltadora de fandom, mas escreveu mais para The Social Network. Seu gênero favorito de fic é “slice of life”. Ela definitivamente abriu mais de uma fic de 200 mil palavras depois da meia noite durante a semana de trabalho.

Membros não dirigentes

Yuechiang Luo (Tesoureira)

Leia mais a respeito de membros eméritos do Conselho nossxs Conselheirxs anteriores aqui.

Leia a respeito dos nossos comitês atuais aqui.