Boys in Chains se junta ao AO3!

logo with the words 'Boys in Chains' and 'the slave!fic archive'

Boys in Chains, um arquivo de múltiplos fandoms para tanto ficção quanto arte, com foco em vinculos emocionais entre pessoas de status e posições hierárquicas diferentes, está de mudança para o Archive of Our Own – AO3 (Nosso Próprio Arquivo). Para refletir o fato de ser aberto a obras com femslash, het, e gen, seu nome vai mudar para Chains: The Powerfic Archive.

Leia nesse post:

Contexto

Boys in Chains abriu em 2000 como um arquivo de fics m/m (homem/homem) slash com temática de servidão. Mais tarde expandiu seu conteúdo para se tornar um arquivo de obras retratando desequilibrio de poder, incluindo temáticas de servidão, prisão, trabalhadorxs do sexo e BDSM. O arquivo aceitava fanfic e ficção original nas categorias slash m/m e f/f (mulher/mulher), gen (geral) e het (hétero) assim como yaoi, yuri e ficção com temática LGBT. O arquivo também mantinha uma galeria de fanart com temas similares.

No AO3, Chains: The Powerfic Archive será uma coleção separada, com sistema de busca próprio e identificação distinta para todas as obras que estavam hospedadas no arquivo original. Iremos começar a importar obras do Boys in Chains para a coleção no AO3 em dezembro de 2014.

O que isso significa para para criadorxs que tenham obras no Boys in Chains?

Essa é a hora em que pedimos a sua ajuda!

1. Se já possui uma conta no AO3 e publicou sua obra do Boys in Chains com ela, por favor entre em contato com a equipe Open Doors (Portas Abertas) com seu(s) pseudônimo(s) no Boys in Chains e endereço(s) de e-mail, para que não importemos suas obras. (Você pode adicionar suas obras em grupo à nova coleção no AO3.)

2. Se ainda não tem uma conta no AO3 mas gostaria de ter uma para publicar suas obras pessoalmente, por favor entre em contato com a equipe Portas Abertas com seu pseudônimo do Boys in Chains e o endereço de email em que gostaria de receber o convite para o AO3.

3. Se você prefere que suas obras NÃO sejam importadas, por favor entre em contato com a equipe Portas Abertas com o seu pseudônimo no Boys in Chains e endereço(s) de e-mail associado(s) à conta para que não adicionemos suas obras (se não se importa de ter suas obras preservadas mas não quer que seu nome seja ligado a elas, por favor nos informe; podemos marcar sua obras como órfãs para que fãs possam continuar a aproveitá-la).
Todas as obras importadas em nome de criadorxs serão atribuídas a estxs com nomes no sumário da obra e irão incluir uma nota sobre como reivindicar a obra no futuro. À medida que obras forem adicionadas, iremos enviar uma notificação para os endereços de email associados a elas.

Todas as obras importadas serão marcadas como visíveis apenas por usuárixs que estejam logadxs em suas contas no AO3. Quando você tiver reivindicado uma obra sua, poderá modificá-la para torná-la publicamente visivel, caso prefira. Após 3 messs, todas as obras importadas que não tiverem sido revindicadas serão marcadas como publicamente visivel para todxs que visitarem o AO3.

Se não tiver mais acesso ao endereço de email que utilizou na sua conta do Boys in Chains, por favor entre em contato com a equipe Portas Abertas e nós iremos lhe ajudar (se você postou a obra em algum outro lugar ou tem alguma forma fácil de provar que elas pertecem a você, isso será ótimo; caso não, iremos trabalhar em conjunto com a equipe de moderação do Boys in Chains para confirmar suas reivindicações.)

Se tiver mais perguntas

Se tiver mais perguntas, visite a página de FAQs (Perguntas Frequentes) do Portas Abertas, entre em contato com a equipe Portas Abertas ou deixe um comentario nesse post e reponderemos assim que possível.

– Equipe Portas Abertas

Compartilhe suas memórias sobre o Boys in Chains na Fanlore e preserve a história deste arquivo para gerações futuras; contribuições de todxs xs fãs são bem-vindas! (Nunca editou uma wiki antes? Não se preocupe! Visite tessa página para aprender mais sobre como editar.)

Campanha de Abril da OTW: Foco no Projeto Open Doors (Portas Abertas)

 

Construindo Caminhos – Organização para Obras Transformativas – Campanha de Abril – 3-9 de abril de 2014

Como o tema deste ano — “Construindo caminhos” — ressalta, nosso futuro é construído com base no nosso passado. Nenhum projeto da OTW exemplifica melhor isso do que o Open Doors (Portas Abertas), que é dedicado a preservar obras de fãs para gerações futuras.

No passado, obras de fãs não eram tão fáceis de acessar como elas são atualmente. Antes da era dos sites modernos, fandoms só podiam ser celebrados em fanzines, newsletters e clubs. Fan videos só eram disponibilizados em fitas VHS. Convenções tinham camisetas, bótons e calendários feitos por fãs, com fotos que não podiam ser instantaneamente compartilhadas no Facebook e no Tumblr. Open Doors (Portas Abertas) tem ajudado a manter vivas essas contribuições com o Fan Culture Preservation Project (Projeto de Preservação da Cultura de Fãs). Este projeto é uma parceria entre a OTW e o departamento de Coleções Especiais da Biblioteca da Universidade de Iowa, onde obras de fãs não digitais doadas de coleções particulares têm sido preservadas para gerações futuras.

Atualmente, vemos arquivos inteiros desaparecerem devido a problemas com servidores, falta de fundos, ou software ultrapassado; Open Doors age para ajudar a salvar esses arquivos, impedindo-os de desaparecer completamente. Eles têm trabalhado de diversas formas, ajudando arquivos a importar suas obras para o AO3, fazendo backups de arquivos no caso de seus servidores fechem as portas antes que possam ser transferidos, digitalizando uma série clássica de obras de fã (com permissão da autora), tudo para tentar salvar obras de fãs, prevenindo que desapareçam. O próximo grande marco vai ser importar o arquivo original do Yuletide, o que ocorrerá mês que vem. Open Doors (Portas Abertas) também ajudou a importar os arquivos Good Omens Library, GSSU- German Speaking Slashers United, Dannell Lites, e Leah Adezio.

Para o que vem pela frente, o Open Doors (Portas Abertas) está trabalhando para melhorar o processo de importação automática de arquivos, e para prevenir perdas através da colaboração com administradores de arquivos planejando para caso ocorra uma morte inesperada. Agindo proativamente, a equipe do projeto Open Doors espera poder prevenir as complicações que resultam dessas fatalidades, e proteger as obras que porventura viriam a ser afetadas.

Tudo isso é financiado pela OTW através das suas doações. Pare um momento para pensar sobre sua fic favorita — aquela que você volta pra reler a toda hora —, aquela fan art que você reblogou duas vezes só porque você queria que ela continuasse no seu dashboard, aquele fan video tão incrível que você ficou com uma música que nunca tinha ouvido antes de assistí-lo na cabeça por três dias. Pense se você quer que essas obras continuem disponíveis para fãs apreciarem no futuro. Fazendo uma doação para a OTW, você ajuda a proteger e preservar obras assim: você assegura que seu fandom continuará por aí para o proveito seu e de inúmeras gerações de fãs ainda por vir.